O gato Santo Antônio e o eclipse de 1947

23/08/2010

Começou a anoitecer às 11:26 da manhã do dia 20 de maio de 1947  no sertão da Bahia. As galinhas  procuravam o poleiro e o alvorço tomou conta do pequeno hotel numa esquina da praça de Brumado.  Faltavam ainda 18 pra uma da tarde quando tudo escureceu. Raquel, a cozinheira, se jogou de joelhos no chão e implorou para a imagem num quadro na parede da sala: – Velei-me meu Santo Antônio, o mundo vai acabar meu Santo Antônio. Na verdade, o quatro era o desenho de um gato. No escuro e no desespero virou santo.

Edith, aos 17 anos só achava graça de tudo aquilo  e ainda gargalha hoje, aos 80, ao lembrar da cena.

Incutido com a minha ancestralidade, tentando entender  este amontoado de acasos que nos trazem ao mundo,  continuei a futucar com sucesso a memoria da minha mãe. Hoje,  no trajeto  de ida e volta entre a casa onde está e o laboratório para exames de rotina, ela me relatou cenas de infãncia, a mudança da família para Brumado em 1947, em busca de escola, um ou dois meses antes deste eclipse, a nova mudança para Caculé em 1949, mais mudança para Conquista, em 1951, o encontro com meu pai em 1952, os nove anos de enrolação entre namoro e casamento, em 1959.
– E daí em diante você sabe a história, encerrou o papo.

Clique na imagem para ver a faixa de totalidade do Eclipse,  sobre Vitória da Conquista.

 

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=2545433951914&set=a.1137311949744.2020128.1135737937&type=1

Anúncios

4 Respostas to “O gato Santo Antônio e o eclipse de 1947”

  1. HÉLIO Delmiro de Souza Says:

    Pois é Luli,

    Maravilhoso mesmo!

    Não vi,mas, pelo menos estava lá… (20/05/1947)

    Nasci no exato momento!

    Mistério…Mistério…

    ah!ah!ah!ah!ah!

    Obs:
    descobri hoje, muito embora minha falecida mãe me dizia orgulhosa,
    a razão e o motivo do meu nome.
    Agora vou no cartório buscar minha certidão de nascimento (trocada pela de casamento), para confirmar a hora exata em que nasci….
    Deve ter sido “coladinho”, pois ela dizia:
    Vc nasceu filho (deu luz) e escureceu tudo

  2. Nilson Says:

    Eclipse em Brumado? Não podia esperar até que eu nascesse e tivesse uns 10 anos?

  3. chorik Says:

    Lembrei daquela música que a fulana aprontou todas porque o mundo ia acabar… e o mundo não acabou.

  4. Luli Says:

    Que maravilha!
    Um dia quero ver um eclipse total do sol!

    Beijo


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: