Adjetivo

Não tenho mais adjetivo para o prefeito de Salvador. Mas não faz falta porque João Henrique já se tornou um adjetivo.

Pois não é que esse, esse, esse João Henrique, não contente em não administrar Salvador ainda quer apagar parte da história da cidade?

Morei no Largo 2 de julho entre março de 1969 a junho de 1970. Naquela feira meu pai vendeu carne do sol, manteiga e requeijão trazidos de Conquista.  Ali minha mãe teve um pensionato . Ambos frequentaram o Cine Capri. Eu ia às sessões de desenho animado no Cine  Bahia. No meu quarto,  em cima da padaria Bola Verde, li meu primeiro livro.

Será que combina lembrar tudo isso como acontecido no bairro de Santa Tereza?

Você, prefeito, definitivamente, não passa de um João Henrique!

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=3381575574932&set=a.1137311949744.2020128.1135737937&type=1

Melhor sobre isso está aqui: http://onim.com.br/veja-noticias/utilidade-publica/prefeitura-muda-nome-do-bairro-2-de-julho-agora-e-santa-teresa/

Anúncios

3 ideias sobre “Adjetivo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s