Arquivo da tag: Aeronauta

Hoje, às 19

Encontro marcado com Maria, Chorik, Bernardo, Janaína
Tá certo, Maria ta no céu, Chorik em Americana, Bernardo em Ituberá, Janaína em Maceió, mas é impossível entrar naquele lugar sem lembrar e falar dessas criaturas donas da minha admiração e afeto, conhecidas graças a esta conexão com o mundo em forma de coco pequeno. Aqui também encontrei a poesia e a prosa das duas moças donas da festa, Ângela e Mônica, portadoras de muito em poucas palavras. E pra quem vai também, a gente se encontra logo mais, às 19. Clique no convite pra saber mais.

Atualizado neste dia seguinte:
Tava todo mundo lá. Quem foi e quem não foi.
E foi muito  bacana.

Anúncios

Cavalo da Aeronauta

O cavalo, no candomblé, é a pessoa que incorpora a entidade. No post  abaixo sou  o cavalo da Aeronauta.
Incorporei seu discurso, todas as suas palavras, toda a vertigem do seu texto, que  nos leva  a galope até o precipício, freia e nos arremessa. Sem paraquedas. Absolutamente sós.

Manda a etiqueta, as boas maneiras na rede, não transcrever um texto inteiro de alguém. O recomendado é fazer uma referência, transcrever um trecho e em seguida enviar o leitor para o autor. Mas eu recuso a etiqueta e faço no post seguinte uma cópia pirata. Se tivesse memória, colaria ele no meu juízo. Como não tenho, deixo aqui para de vez em quando ler em voz alta ( não sei por que prefiro ler os textos da Aeronauta em voz alta)  para sempre me certificar de que não estou só.  mesmo sabendo de tudo