Arquivo da tag: Fernando Vivas

Bandeirolas – Fenando Vivas São João

ColorsVivas01yt

Anúncios

A Pinta, a Nina e a Santa Maria

spinnennetz

A vida é tudo o que me acontece enquanto postergo.  Como bom TDAH, quase nada do que planejei para a viagem foi feito.  O notebook vai sem mochila, o celular sem carregador,  a sacola  ainda está para ser arrumada, a poucas horas da viagem. Nestas horas lembro de Alvinho, um amigo que chegava aos compromissos sempre antes  de todos,  com seu inseparável  guarda-chuva.  Alvinho era tão pontual que até a Deus ele se apresentou com antecedência e se mandou deste mundo antes dos amigos. Admiro até hoje as pessoas que usam guarda-chuva, como Alvinho. Elas gastam tempo procurando o guarda-chuva, checando o guarda-chuva, ocupando temporariamente a mão ou a sacola com um guarda-chuva e fico a imaginar o prazer que elas sentem  quando cai uma chuva, ao abrir com tranqüilidade  a lona sobre si e sair por aí zombando de pessoas que como eu passam esbaforidas ou ficam presas nas marquises. Acho que estou falando do passado, porque faz um bom tempo que eu não vejo uma marquise.

Enfim, voltando  ao presente e â viagem não planejada,  o jeito é me concentrar no único compromisso que tenho,  semelhante ao de Pero Vaz.  Vou escrever  uma ou  mais  cartas diárias a meu rei, cidadão baiano que me paga o salário e me pagou a travessia, contando o que vi.

Portanto, a  partir de hoje e até o dia 16 este Licuri estará a serviço  da Teia 2008. Daqui a pouco partem as três caravelas, rumo às queimadas da Chapada, ao Oeste e ao Planalto Central. Com este espírito de descoberta, misturo Cabral e Colombo e sigo a bordo da Pinta, da Nina ou da Santa Maria. E vou tentar usar a velha sabedoria do mar, aquela que manda ajustar as velas da maneira mais favorável ao vento. 

Peguei aqui a imagem acima da teia que  não usou guarda-chuva. Vá lá que tem de brinde para você o poema Tecendo a Manhã, de João Cabral de Melo Neto. E por falar em imagem, não poderia deixar de registrar aqui a visão de Vivas sobre as queimadas na Chapada, que se repentem todo ano, há anos.

 

chapadavivas01