Posts Tagged ‘Licuri’

Curta pra quebrar melhor

26/06/2015


faceO coco pequeno é também página.

Licuri orkut facebook zap Licuri

09/06/2015

63762_10203307490864788_4005552394623206096_n

Também sou hipocondríaco na internet. E se eu pegar este vírus do facebook?

Estava buscando uma desculpa pra voltar de vez para este coco pequeno, encontrei duas. Aqui eu tenho memória e como fazer buscas. Aqui não tem vírus.

O problema do blog é o silêncio. Se você muda uma foto do perfil no facebook é como sair pelado na rua. Todo mundo nota e se sente na obrigação de se manifestar. Uma foto pelado aqui talvez não gere nem comentário.

Então a solução, já tentada em vão, é publicar aqui e levar pra lá. La vou eu de novo então.

Gosto muito deste pequeno coco. Foi aqui que comecei lá pelos idos de junho de 2006, no Uol Blog, numa lan house em Iaçu. Depois de testar uns textos com uns amigos, impulsionado pelo comentário desqualificador e elogioso de um deles “foi você mesmo que escreveu isso?”, criei coragem.

Apaguei o blog em agosto, num surto de vergonha,  mas no dia seguinte criei novamente. Isso aqui é sem retorno.

Foi aqui que fiz amizades online, muitas.

Depois veio o orkut, o facebook e mais recentemente o zapzap.

O zap é a universalização da rede. Por ele me comunico com a pessoa que trabalha conosco, com a família em Conquista, com a família em Iaçu, com o pessoal do  trabalho, das escolas dos meninos,  com o pessoal do prédio. O zap reúne tudo de bom e ruim de todas as redes. Falta apenas me acostumar com os muitos,  muitos bons-dias, as muitas carinhas, dedões, orações e kkkkkkkkkkkkas.

No zap todo mundo se revela mas é um desnudamento para parentes e pessoas próximas ou relativamente próximas. Aqui é o desnudamento para todos. E não raro me envergonho do que escrevi. Basta passar o tempo.

Mas tem o outro lado, o contato, a troca, a sensação boa da loucura, da indignação, da alegria e das descobertas compartilhadas.

Então, se alguém perguntar por mim, diz que eu tô por aqui. De novo.

Foto: com Soraya, no Bar do WhatsApp, em Iaçu, no último dia de 2014.

Proibido?

12/11/2009

Sem título

Diversão garantida checar como as pessoas chegam ao seu blog. Observe a tela de 00:20 de hoje deste coco pequeno.

Será que este  primeiro curioso da madrugada ficou satisfeito com o que encontrou? Será que ele leu a charge? Será que entendeu? Será que gostou do comentário  de que de vez em quando bate um vento frio, feito por Madame K

Possivelmente tenha se picado no primeiro segundo.

Portanto estas estatísticas não medem muita coisa. Servem apenas como fonte para posts como esse. E quase nada mais, embora certamente muita busca tenha sentido e resulte em leitura mesmo.

Futucando mais, pincei 10 palavras ou grupos de palavras que resultaram em mais de cem acessos desde que me mudei aqui pro wordpress. Não informam qual buscador foi usado, mas fui ao google e tentei fazer o mesmo caminho usando as mesmas palavras, acrescentadas de + licuri.  

Possivelmente eles chegaram a um destes  resultados, que vão registrar também a partir de agora este post de hoje. Confira nos links:
proibido – 1.975
licuri – 1.376
iaçu – 1170
cachoeira dos prazeres – 495
cloridrato de metilfenidato – 460
voyer – 368
zero – 139
pó Royal – 128
Henfil – 124
índias nuas – 106

O cabelo e a sopa

31/05/2009

gráfico Licuri

O Licuri  bateu  a marca de 5.000 visitantes no  mês nesta tarde de domingo. Como naquela história do fio de cabelo  – que é pouco na cabeça e muito na sopa  – este coco pequeno tem sobrado  na sopa da minha renca.

Mais, quero mais,  digo eu repetindo Chico. Mas a renca não acha a menor graça e quer menos, menos tempo de tela do viciado aqui.

Soraya diz, com toda a razão, que isto aqui é meu mundo da fantasia. E dá a sentença reveladora: quem não te conhece que te compre no Licuri. Portanto navegante, não diga que não foi avisado.

Mas nem tudo é engano. Isto aqui é como este povo que faz literatura, é puro fingimento verdadeiro.

E  eu quero tudo. Quero a renca, quero Soraya e quero o Licuri.

Quando digo quero o Licuri, estou dizendo quero as pessoas que por aqui transitam e por onde transito.  Mas quem são?

Nestas pouco mais de  5.0000 visitas em maio estão incluidas pessoas como aquele carinha carente que  escreveu buceta cabeluda no Google e caiu no poema de Bráulio Tavares publicado aqui. Encontrou uma bela e poética buceta,  mas não a foto procurada. Não deve nem ter lido o poema. Ou quem sabe? Enfim, este não conta

Cotam as visitas conscientes ao Licuri e minhas visitas aos blogues daí do lado, que me dizem muito, onde aprendo, me emociono e troco. Mas quem são estes blogs mais frequentes? Eles estão nas duas listas das que seguem, que  revelam os top 10 endereços  para onde vou e para onde envio leitores e os top 10 de onde vem e de onde me mandam  leitores, desde junho de 2007, quando me mudei do uol para cá.

Eis, portanto,  o meu grande pequeno mundo nesta blogolândia.

Os 10 Blogues de onde vieram mais visitas ao licuri:

continhosparacaodormir.blogspot.com 932
mmeka.wordpress.com 684
blogdogalinho.blogspot.com 510
estranhamentos.zip.net 434
nilsonpedro.wordpress.com 415
xeudizer.blogspot.com 384
cacosmeusbotoes.blogspot.com 322
blogdochorik.blogspot.com 190
coisasaudiveis.blogspot.com 126
indagacoesperenes.blogspot.com 115

Os 10 blogues com mais visitas a partir do Licuri:.

olhodarua.blogger.com.br 137
mateipormenos.blogspot.com 121
nilsonpedro.wordpress.com 111
sarapatel.wordpress.com 104
continhosparacaodormir.blogspot.com 96
mmeka.wordpress.com 91
ingresia.opensadorselvagem.org 73
wwwaeronauta.blogspot.com 68
sustologias.blogspot.com 64
cacosmeusbotoes.blogspot.com 58

Observações:

4. Continhos, Blag, Madame e Cacos estão nas duas listas.

2. Mesmo estacionado em 20 de dezembro do ano passado, o Blog do Galinho ainda é o terceiro  a enviar visitantes ao Licuri.

3. O último post de Marcinha foi no dia 1 de setembro do ano passado, mas ainda está no terceiro lugar entre os que receberam mais visitas a partir daqui.

4.  Só Maria Sampaio mandou mais gente para este coco pequeno do que todos 10 destinos somados visitados a partir daqui. Ou seja, o Licuri é péssimo em influenciar pessoas. E o Continhos… manda ver!  Vivá Maria.

Como comer licuri

07/06/2008

Arrependimento

18/08/2006

Licuricido

Matei o Licuri ontem à noite depois de um meio show de Nando Reis.
Se arrependimento ressuscitasse…
Ressuscitou apenas o nome e o endereço www. O resto é mar.
É tudo o que não quero contar.
E como sou ególatra mas não autista, estou de volta à rede. Sou peixes.
É impossível ser infeliz sozinho.

Primeiro texto na segunda edição do Licuri, em 18 de agosto de 2006, no Uol Blog.

Comentários:

[Aslan] [jbaslan@uol.com.br] [Salvador/BA/Brasil]
PQP! Eu não sabia nem que você e o Licuri estavam em conflito, de repente recebo a notícia de que um matou o outro! É duro, mas paciência… Se foi questão de vida e morte e você agiu em legítima defesa… 19/08/2006 17:44
Resposta:Foi ele que começou, como disse certa vez o três anos e meio André para a seis meses Maria. Legítima defesa, é claro, como na versão troca de tiro com policiais que costuma adicionar ainda mais verdade aos jornais. Acho que o danado estava me escravizando e aí arranjei uma oportunidade. Mas veio o arrependimento e eu fui mais rápido do que o Criador, que levou longos três dias para decidir pelo filho. Minha pequena criatura subiu à blogosfera de novo em apenas uma noite. Voltou vazio, mas já está enchendo o saco! E querendo me escravizar novamente. Ele que comece…

[Kátia] [borgeskatia@hotmail.com]
Marcos, Oh! Na hora que resolvo entrar, novamente, no seu blog, pra me atualizar de suas proezas poéticas, você vem com essa? Faça o favor de recobrar o juízo, tá bom?! 18/08/2006 20:37
Resposta: Tá vendo, não entrou todo dia, perdeu. O Licuri nos sacaneou. Quis ser mais do que era. Com falsa humildade quis apenas ser Guevara e não Castro, Joplin e não Jagger, Alves e não Bilac, Pushkin e não Ievtuchenko. Preferiu a glória efêmera do Haley, à solidão escura e monótona de Plutão. Poderia ter em vida como slogan o verso do poeta: Sou pequeno, mas só fito os Andes. Mas o Licuri deverá recobrar o juízo, ter esposa, muitos filhos e criar barriga. Será mais verdadeiro. Ou não.

[Nílson] [nilson.galvao@gmail.com] Porréessa, rapá!! Isso logo depois de cunhar a literatura de pixél???? O Licuri não é mais seu, é do mundo (e-mundo, mas mundo). Como leitor, exijo que vc resgate tudo e recoloque na rede!!! 18/08/2006 19:06
Resposta: Você acabou de virar co-autor com este e-mundo e o providencial deslocamento da sílaba tônica (quem ver assim pensa que sei). Fica assim então: Se neste vasto mundo existe Literatura de Cordel, porque no e-mundo não haveria de ter Literatura de Pixél? Pensei até em ressuscitar o Licuri com o nome de Literatura de Pixél. Mas sou fiel às nossas origens caatingueiras. Sabia que o licuri pode ser considerado uma fruta autêntica da Bahia? Além de Caetano e Luiz Mott, temos também o Licuri.

[Marcelo] [marcelobritocardoso@yahoo.com.br] Não se desespere com fatos que são contrários à nossa vontade, coloque simplesmente a culpa na tecnologia! Afinal se o Licuri foi para o espaço, que fique por lá e que tenhamos as melhores lembranças dele. Fato semelhante aconteceu comigo essa semana, meu celular sofreu uma queda e teve fratura exposta, compromentendo todo o seu lado esquerdo (derrame cerebral) e em consequência perdi a metade da minha agenda. Agora aprendi, a parte que recuperei estou anotando também em agenda convencional de papel. Estou sobrevivendo… e tentando reconstituí-la. A propósito, me mande os seus telefones de contato. 18/08/2006 18:42
Resposta: O homicídio ou suicídio só foi contrário à minha vontade depois de consumado. O ato em si, na hora do crime, foi desejado e até prazeroso. Prazer perverso, que é o dos melhores. Também tenho boas lembranças dele, marejei muito ao escrever aquelas linhas, que agora são mito… quaquraquaquá. O coco pequeno foi pro espaço mesmo e só se encontram pedaços de suas cascas digitando licuri na busca por blog no uol blog. Quanto ao seu celular, ao ter comprometido este lado aí da agenda, ficou mais petista. Dá pra Stael. E você está certo, papel é o suporte mais seguro. Existem manuscritos em papiros conservados há mileetrocentos anos. E, veja só: bastou um delete de fração de segundos para mandar o Licuri com todos os seus risos e lágrimas pro espaço. PS – Ô cunhado distraído. DDA só do lado de cá da família, certo?. É só ligar pro hotel. De qualquer modo, já mandei o e-mail.

[fdias] Que bom vc que vc ressuscitou o Licuri…..bj 18/08/2006 15:59
Resposta: Obrigado. Você foi a primeira que notou e comentou o defunto. O coco minúsculo, mesmo sendo coco, cometeu ontem a maior escrotidão que um humano pode cometer – o suicídio. O suicida é, em síntese, um grande egoísta, um grande sacana. Que me perdoe Gustavo, que lá em 1982 se jogou sobre nós, seus amigos e família, do décimo terceiro andar do Orixás Center. O pai dele não recobrou o juízo. Para nós ele deixou como herança uma ponta de culpa recorrente. Que me perdoe eu mesmo, que já pensei seriamente sobre o assunto. Isso bem antigamente, que fique claro. Hoje desconto num pobre, pequeno e indefeso coco. Meno male.